Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de abril de 2017. Atualizado às 15h40.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

reforma da previdência

Alterada em 04/04 às 15h41min

Temer acha possível aprovar reforma da Previdência entre junho e julho

O presidente Michel Temer disse nesta terça-feira (4) em rápida entrevista que acha possível que a reforma da Previdência seja aprovada entre junho e julho. O peemedebista não descarta, porém, a possibilidade de ter algumas alterações pelos parlamentares no texto original em comum acordo com o governo.
Perguntado se o governo estuda colocar salvaguardas para os trabalhadores na reforma da Previdência, Temer disse que se houver necessidade será feito, mas ressaltou que o artigo sétimo da Constituição garante os direitos dos empregados. "Aqui no Brasil nós achamos que se não tiver na lei não vale. Então é preciso ler a lei maior."
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia