Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de abril de 2017. Atualizado às 00h41.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Chile

Notícia da edição impressa de 12/04/2017. Alterada em 12/04 às 00h28min

Jovens marcham contra reforma universitária

Milhares de estudantes chilenos realizaram ontem a primeira marcha do ano contra um projeto de lei de reforma universitária defendido pelo governo. A manifestação terminou com distúrbios e confrontos entre grupos de encapuzados que a polícia reprimiu com jatos d'água e gás lacrimogêneo. Os estudantes rechaçam a Lei de Educação Superior, pilar do programa com que a presidente Michelle Bachelet chegou ao poder em 2014. Embora tenham ocorrido avanços na discussão do tema, questões como a qualidade da educação, o fim do lucro e o perdão de dívidas dos estudantes com bancos seguem parados. Ontem, uma comissão da Câmara dos Deputados se recusou a analisar o projeto, que ainda deve ser discutida pelo plenário.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia