Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 08 de abril de 2017. Atualizado às 10h27.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

basquete

Alterada em 08/04 às 10h29min

Westbrook garante média de 'triple-double' na temporada em derrota do Thunder

Westbrook anotou 23 pontos, 12 assistências e oito rebotes

Westbrook anotou 23 pontos, 12 assistências e oito rebotes


CHRISTIAN PETERSEN/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/JC
Russell Westbrook garantiu mais um feito em meio ao desempenho histórico que vem tendo com a camisa do Oklahoma City Thunder em 2016/2017. Com os números anotados na rodada de sexta-feira, ele confirmou matematicamente que terá média de "triple-double" ao fim da temporada. Sua equipe, no entanto, não correspondeu e caiu para o frágil Phoenix Suns por 120 a 99, fora de casa.
Com os 23 pontos, 12 assistências e oito rebotes, Westbrook garantiu que terá média de "triple-double" quando a temporada regular acabar. Isso significa que mesmo que ele não entre mais em quadra nas três partidas restantes do Thunder, terminará com dígitos duplos de médias em pontos, rebotes e assistências.
Atualmente, Westbrook tem médias de 31,7 pontos, 10,7 rebotes e 10,4 assistências por partida. Apesar dos números e do feito alcançado na sexta, ele não conseguiu se isolar como recordista em números de "triple-doubles" em uma temporada da NBA. Atualmente, ele tem 41 em 2016/2017, mesma marca obtida por Oscar Robertson em 1961/1962.
Na sexta, Westbrook não conseguiu conduzir seu time, quinto colocado do Oeste, à vitória. Ele errou 19 dos 25 arremessos que tentou e ainda entregou a bola ao adversário em oito oportunidades. Do outro lado, o Suns viu seu maior destaque, o garoto Devin Booker, de 20 anos, terminar como cestinha, com 37 pontos. Apesar do resultado, a equipe do Arizona ainda é a lanterna da conferência.
Ainda na rodada de sexta, o Cleveland Cavaliers viu sua liderança na Conferência Leste ficar novamente ameaçada ao cair diante do Atlanta Hawks por 114 a 100, mesmo atuando em casa. Muito oscilante, o Cavaliers tem somente uma derrota a menos que o Boston Celtics na briga pela ponta. Já o Hawks chegou a 41 triunfos, na quinta colocação, e praticamente garantiu sua vaga nos playoffs.
O confronto de sexta foi bastante equilibrado até o quarto final, quando os visitantes dispararam e garantiram o triunfo graças a uma exibição de gala de Tim Hardaway Jr., filho do armador astro da NBA nos anos 90. O ala/armador do Hawks anotou 15 de seus 22 pontos justamente no último período, selando o triunfo de sua equipe.
O Hawks ainda contou com os 20 pontos do ala Mike Dunleavy, vindo do banco. Já o Cavaliers foi comandado mais uma vez por LeBron James, que terminou com 27 pontos, oito rebotes e sete assistências. Kyrie Irving anotou 18 pontos, enquanto Kevin Love terminou com um "double-double": 15 pontos e 15 assistências.
Se o Hawks praticamente se garantiu nos playoffs do Leste, o Miami Heat sofreu um duro golpe na sexta. Na briga pela oitava e última vaga da conferência na próxima fase, o time da Flórida viajou para encarar o Toronto Raptors, terceiro colocado e já classificado, mas perdeu em um jogo emocionante por 96 a 94.
Com a derrota, o Heat pode ver sua campanha surpreendente terminar sem uma vaga nos playoffs, já que ocupa a nona posição, com uma derrota a mais que o oitavo colocado Indiana Pacers. Na sexta-feira, a equipe não soube parar DeMar DeRozan, que marcou 38 pontos e conduziu o Raptors à 49.ª vitória.
Já pelo Oeste, o San Antonio Spurs sequer precisou de seus principais jogadores para derrotar o Dallas Mavericks. Mesmo sem Tony Parker, Danny Green, Manu Ginobili, Kawhi Leonard, LaMarcus Aldridge e Pau Gasol, a equipe venceu o duelo texano fora de casa por 89 a 102, chegando à 61.ª vitória, na vice-liderança da conferência. Já o Mavericks sofreu a 47.ª derrota e está fora dos playoffs.
Sem tantos astros, o Spurs contou com atuação inspirada do calouro Bryn Forbes, cestinha com 27 pontos e que tinha uma partida com oito pontos como recorde da carreira até então. Pelo Mavericks, sem pretensões, as principais peças também pouco atuaram, o que fez com que o reserva Dwight Powell fosse o destaque, com 12 pontos.
Logo atrás do Spurs, na terceira colocação do Oeste, o Houston Rockets foi surpreendido em casa pelo fraco Detroit Pistons e perdeu por 114 a 109. O pivô Boban Majanovic, com 27 pontos e 12 rebotes, foi o destaque do décimo colocado do Leste, enquanto James Harden anotou 33 pontos, 12 assistências e nove rebotes pelo Rockets. O brasileiro Nenê foi titular e contribuiu com oito pontos e seis rebotes.
Confira os resultados de sexta-feira na NBA:
Cleveland Cavaliers 100 x 114 Atlanta Hawks
Toronto Raptors 96 x 94 Miami Heat
Memphis Grizzlies 101 x 84 New York Knicks
Houston Rockets 109 x 114 Detroit Pistons
Dallas Mavericks 89 x 102 San Antonio Spurs
Denver Nuggets 122 x 106 New Orleans Pelicans
Utah Jazz 120 x 103 Minnesota Timberwolves
Phoenix Suns 120 x 99 Oklahoma City Thunder
Los Angeles Lakers 98 x 94 Sacramento Kings
Acompanhe as partidas da NBA neste sábado:
Brooklyn Nets x Chicago Bulls
Charlotte Hornets x Boston Celtics
Orlando Magic x Indiana Pacers
Philadelphia 76ers x Milwaukee Bucks
Washington Wizards x Miami Heat
San Antonio Spurs x Los Angeles Clippers
Portland Trail Blazers x Utah Jazz
Golden State Warriors x New Orleans Pelicans
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia