Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de abril de 2017. Atualizado às 08h36.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

justiça

Notícia da edição impressa de 05/04/2017. Alterada em 04/04 às 22h52min

CAS suspende julgamento do caso Victor Ramos

Danilo Silva retorna ao clube após sete anos no futebol ucraniano

Danilo Silva retorna ao clube após sete anos no futebol ucraniano


RICARDO DUARTE/RICARDO DUARTE/INTER/DIVULGAÇÃO/JC
Se o Inter esperava sair da Corte Arbitral do Esporte (CAS) mais próximo da Série A do Campeonato Brasileiro, terá que conviver com a incerteza por mais algum tempo. A audiência de ontem, em Lausanne, na Suíça, não chegou a entrar no mérito do pedido colorado, que alega que Victor Ramos foi registrado de forma irregular pelo Vitória, em 2016. Após algumas horas, os árbitros optaram por suspender a sessão, para avaliar se o tribunal tem de fato competência para julgar a matéria. A resposta será dada até quinta-feira. Uma nova sessão, se ocorrer, só será agendada a partir da próxima semana.
A medida veio após manifestação do Vitória, onde Ramos atuou no ano passado. Os advogados do clube baiano reforçaram que o pedido de reabertura do caso pelo Inter foi rejeitado pela procuradoria do Superior Tribunal de Justiça (STJD), sem chegar até o tribunal do órgão. Ou seja, não existiria uma sentença na Justiça Desportiva brasileira cujo resultado a CAS possa avaliar. Agora, a corte vai deliberar sobre a questão, reconvocando a audiência interrompida, caso avalie ser competente para o caso, ou dissolvendo-a, se acolher a tese do Vitória.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia