Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de abril de 2017. Atualizado às 08h36.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Rússia

Notícia da edição impressa de 05/04/2017. Alterada em 04/04 às 22h52min

Ação em metrô foi realizada por homem-bomba

Um homem-bomba estava por trás da explosão no metrô de São Petersburgo, na Rússia, que matou 14 pessoas e deixou quase 50 feridos, afirmaram ontem os investigadores. O homem foi identificado como um cidadão nascido na Rússia, mas que vivia no Quirguistão.
Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo ataque, que ocorreu na segunda-feira, na mesma cidade onde o presidente Vladimir Putin estava em um encontro com o presidente de Belarus. O governo elevou o número de mortos de 11 para 14 e disse que 49 pessoas ainda estão hospitalizadas.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia