Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 25 de abril de 2017. Atualizado às 23h17.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Tributos

Notícia da edição impressa de 26/04/2017. Alterada em 25/04 às 22h48min

Receita faz alerta sobre sonegação previdenciária

Malha Fiscal apurou o envolvimento de mais de 7.270 empresas em fraudes no País

Malha Fiscal apurou o envolvimento de mais de 7.270 empresas em fraudes no País


/STOCKPHOTO/DIVULGAÇÃO/JC
A Receita Federal iniciou ontem a segunda etapa das ações do Projeto Malha Fiscal da Pessoa Jurídica em 2017, com foco em sonegação fiscal relativa à contribuição previdenciária. O total de indícios de sonegação verificado nesta operação, no período de junho de 2012 a dezembro de 2016, é de R$ 532,3 milhões, envolvendo 7.271 empresas em todo o País, informou a Receita, em Brasília.
A Subsecretaria de Fiscalização está enviando cartas às empresas, alertando-as sobre inconsistências declaradas no Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (Gfip). Se as inconsistências forem confirmadas, vão gerar a necessidade de o contribuinte encaminhar o Gfip retificador e efetuar o recolhimento das diferenças de valores de contribuição previdenciária com os devidos acréscimos legais.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia