Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 24 de abril de 2017. Atualizado às 22h27.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

tecnologia

Notícia da edição impressa de 25/04/2017. Alterada em 24/04 às 20h57min

Usuário prioriza a qualidade ao preço baixo

Os usuários de PCs, aparelhos ultramóveis e telefones celulares estão comprando novos dispositivos por um preço médio maior, o que representa um aumento nos gastos do usuário final em 2017 estimado em cerca de 2%. Isso significa aproximadamente US$ 600 bilhões na cotação atual da moeda, com os celulares sendo responsáveis por 67% desse valor.
Segundo levantamento do Gartner, um dos líderes em pesquisa e aconselhamento em tecnologia, o preço médio de equipamentos de informática e celulares deverá crescer 2% em 2017. Esse acréscimo será causado por dois motivos. O primeiro é que o preço dos componentes continuará aumentando neste ano (em especial, para os PCs, mas também para os telefones), o que, consequentemente, deixará os produtos mais caros. O segundo é que o interesse dos usuários por celulares de maior valor e qualidade supera a preocupação com preços mais baixos.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia