Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de abril de 2017. Atualizado às 10h29.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

empresas

19/04/2017 - 09h11min. Alterada em 19/04 às 10h32min

Lucro da Heineken sobe 11% no 1º trimestre e vendas têm alta inesperada

 
A Heineken, segunda maior cervejaria do mundo em vendas, divulgou hoje que teve lucro líquido de 293 milhões de euros no primeiro trimestre do ano, 11% maior que o ganho de igual período de 2016. Na mesma comparação, as vendas orgânicas de cerveja subiram 0,6%, impulsionadas pelos resultados na Europa e na região da Ásia e do Pacífico.
O dado de vendas surpreendeu, uma vez que analistas previam queda de 0,5% no último trimestre.
Em fevereiro, a Heineken anunciou a compra da Brasil Kirin, fabricante das marcas Schin, Baden Baden e Eisenbahn. A empresa prevê concluir a aquisição ainda no primeiro semestre de 2017.
A Heineken, que obtém cerca de dois terços de seu lucro em mercados emergentes, informou também que suas expectativas para o ano continuam inalteradas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia