Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de abril de 2017. Atualizado às 08h06.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 18/04 às 08h10min

Bolsa de Tóquio fecha em alta moderada, à espera de temporada de balanços

A Bolsa de Tóquio fechou em alta moderada nesta terça-feira (18), mostrando falta de ímpeto para se valorizar com mais força diante da aproximação da temporada de balanços.
O índice Nikkei subiu 0,35%, a 18.418,59 pontos, após registrar ganho marginal de 0,11% no pregão anterior.
Segundo analistas, o avanço recente do iene ante o dólar deverá levar muitas empresas japonesas a ser conservadoras nas projeções de lucros para o ano fiscal iniciado neste mês. A temporada de resultados corporativos do Japão começa na próxima semana.
Investidores também aguardaram novidades sobre a reunião em Tóquio do vice-presidente dos EUA, Mike Pence, com o vice-primeiro-ministro japonês, Taro Aso, que também acumula o cargo de ministro de Finanças.
Após o encontro, Pence e Aso divulgaram comunicado afirmando que o futuro diálogo econômico entre EUA e Japão focará três "pilares de atividade" - padrões comerciais, cooperação em políticas econômicas e estruturais, e cooperação em "setores específicos" -, sem, no entanto, fazer menção a questões polêmicas, como o fato de o presidente americano, Donald Trump, ter acusado o Japão de erguer barreiras comerciais.cBolsa de Tóquio fecha em alta moderada, à espera de temporada de balanços
A Bolsa de Tóquio fechou em alta moderada nesta terça-feira, mostrando falta de ímpeto para se valorizar com mais força diante da aproximação da temporada de balanços.
O índice Nikkei subiu 0,35%, a 18.418,59 pontos, após registrar ganho marginal de 0,11% no pregão anterior.
Segundo analistas, o avanço recente do iene ante o dólar deverá levar muitas empresas japonesas a ser conservadoras nas projeções de lucros para o ano fiscal iniciado neste mês. A temporada de resultados corporativos do Japão começa na próxima semana.
Investidores também aguardaram novidades sobre a reunião em Tóquio do vice-presidente dos EUA, Mike Pence, com o vice-primeiro-ministro japonês, Taro Aso, que também acumula o cargo de ministro de Finanças.
Após o encontro, Pence e Aso divulgaram comunicado afirmando que o futuro diálogo econômico entre EUA e Japão focará três "pilares de atividade" - padrões comerciais, cooperação em políticas econômicas e estruturais, e cooperação em "setores específicos" -, sem, no entanto, fazer menção a questões polêmicas, como o fato de o presidente americano, Donald Trump, ter acusado o Japão de erguer barreiras comerciais.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia