Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 14 de abril de 2017. Atualizado às 20h15.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 14/04 às 20h19min

Dólar recua ante iene em meio a tensão geopolítica

O dólar recuou ante o iene, nesta sexta-feira, pressionado por tensões geopolíticas com a Coreia do Norte e por dados econômicos decepcionantes nos EUA.
No fim da tarde, o dólar recuava para 108,61 ienes, de 109,15 ienes na tarde de ontem; o euro caía para US$ 1,0615 de US$ 1,0620; e a libra subia para US$ 1,2530, de US$ 1,2506.
A divisa americana começou a cair depois que o Departamento do Trabalho dos EUA divulgou um relatório mostrando uma queda nos preços aos consumidores em março. Um relatório da Departamento do Comércio ainda mostrou que as vendas nos varejo dos EUA caíram pelo segundo mês consecutivo no mesmo mês.
Recentemente, vários dados evidenciaram uma possível desaceleração da economia americana. Uma queda súbita dos empréstimos bancários, uma recuo das vendas de automóveis e um payroll mais fraco que o esperado em março também levantaram preocupações.
Os investidores acompanham ainda a escalada de tensões entre os EUA e a Coreia do Norte. As preocupações de que Pyongyang possa conduzir um teste nuclear nesse fim de semana se intensificaram hoje. O won sul-coreano, visto como vulnerável pela proximidade com a Coreia do Norte caiu 4,1% neste mês ante o iene.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia