Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 11 de abril de 2017. Atualizado às 22h10.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura

Alterada em 11/04 às 22h16min

Moody's rebaixa rating da Odebrecht de Caa1 para Caa2, com perspectiva negativa

A agência de classificação de risco Moody's rebaixou hoje o rating da Odebrecht Engenharia e Construção de Caa1 para Caa2. Ao mesmo tempo, a agência alterou a perspectiva de todos os ratings atribuídos à Odebrecht de positiva para negativa.
Em relatório divulgado há pouco, a Moody's afirma que o rebaixamento é um reflexo da "deterioração dos pedidos em carteira da empresa e de uma queima de capitais maior que a esperada em um momento de fraqueza do mercado de construção civil, o que teria levado a uma fraca conversão em dinheiro".
A Moody's também cita o cancelamento de projetos em mercados importantes fora do Brasil - sem previsão de recuperação no curto prazo - como mais um motivo para o rebaixamento.
"A Moody's esperava que, após o acordo de leniência da Odebrecht S.A. com autoridades brasileiras em dezembro, a companhia seria capaz de iniciar a reposição dos seus pedidos em carteira. As expectativas não se concretizaram no Brasil até agora, enquanto outros países latino-americanos iniciaram investigações paralelas", diz o relatório da agência.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia