Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de abril de 2017. Atualizado às 18h33.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

comércio exterior

Alterada em 10/04 às 18h39min

Mercosul e UE querem acordo comercial anunciado em dezembro, diz ministro

O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira, afirmou nesta segunda-feira (10), que Mercosul e União Europeia querem que o acordo comercial entre as duas partes seja anunciado em dezembro. Segundo ele, há uma maior disposição dos europeus em acelerar as negociações, em razão da saída do Reino Unido da UE e a eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos.
"Vamos envidar todos os esforços para que em dezembro possamos anunciar o acordo fechado, pelo menos no nível político, os tópicos macro, para que no ano que vem os técnicos façam a finalização técnica e efetivamente possamos assinar até o fim do ano que vem", declarou o ministro, afirmando que o prazo de dezembro foi combinado com a comissária de comércio da UE, Cecilia Malmstrom, e demais membros do Mercosul.
O principal impasse, afirmou Pereira, está ligado a um pedido do governo brasileiro para que se aumente a cota para carne bovina e etanol. "A França e a Irlanda são muito resistentes", disse. "Por causa da eleição na França este ano, esses temas são mais sensíveis", acrescentou.
As declarações foram dadas durante reunião com empresários do setor de comércio e serviços, no escritório em São Paulo da Confederação Nacional de Serviços (CNS).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia