Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 07 de abril de 2017. Atualizado às 08h10.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 07/04 às 08h11min

Bolsa de Tóquio fecha em alta moderada, após atingir mínima em 4 meses ontem

A Bolsa de Tóquio fechou em alta moderada nesta sexta-feira (7), um dia após atingir o menor nível em quatro meses, mas teve sua recuperação comprometida por um sentimento de cautela gerado por um bombardeio dos EUA a uma base aérea na Síria.
O Nikkei subiu 0,36% hoje, a 18.664,63 pontos. Ao longo da semana, porém, o índice que reúne as ações mais negociadas na capital do Japão acumulou desvalorização de 1,29%.
A modesta recuperação da bolsa japonesa veio em meio à perspectiva de melhores condições econômicas e balanços corporativos mais fortes.
Notícias de que os EUA lançaram dezenas de mísseis na Síria, porém, afetaram os negócios na bolsa japonesa, que chegou a operar brevemente em território negativo.
Investidores em Tóquio também acompanham uma reunião de dois dias entre os presidentes americano, Donald Trump, e da China, Xi Jinping, iniciada ontem na Flórida, e aguardam a divulgação do último relatório de emprego dos EUA, ainda na manhã desta sexta. Trump aceitou convite de Xi para visitar a China ainda este ano, segundo a agência de notícias estatal chinesa Xinhua.
Apesar de gerar preocupações geopolíticas, o ataque americano na Síria impulsionou os preços do petróleo durante a madrugada e, consequentemente, ações de empresas O Nikkei subiu 0,36% hoje, a 18.664,63 pontosao setor negociadas em Tóquio. Inpex e Japan Petroleum Exploration (Japex) saltaram 4% e 4,6%, respectivamente.
Já a Seven & I Holdings Co. subiu 4,3%, após notícia de que o grupo irá adquirir mais de 1.000 lojas de conveniência e postos de gasolina nos EUA, por US$ 3,3 bilhões. A operadora da rede 7-Eleven também divulgou aumento de 3,5% no lucro operacional do ano até fevereiro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia