Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de abril de 2017. Atualizado às 00h09.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado de Capitais

Notícia da edição impressa de 06/04/2017. Alterada em 05/04 às 21h07min

Brasil ganha milionários em 2016

Número de investidores caiu 4,2% em relação a 2015

Número de investidores caiu 4,2% em relação a 2015


JONATHAN HECKLER/JONATHAN HECKLER/JC
Em um ano em que os investimentos em ações tiveram uma rentabilidade de quase 40% e os juros ficaram acima de 14% na maior parte de 2016, duas mil pessoas passaram a fazer parte do grupo de clientes private (que tem ao menos R$ 1 milhão em investimentos) no Brasil. Já o número de investidores do varejo ficou 2,7 mil menor em razão do aumento do desemprego e da inflação em alta. O total de investimentos de pessoas físicas terminou o ano passado em R$ 2,3 bilhões, um crescimento de 12,9% em relação a 2015, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).
O maior número de investidores está incluído na categoria varejo. Em dezembro, eram 63,8 milhões de pessoas com algum tipo de investimento, um recuo de 4,2% em relação ao existente em 2015. O total de aplicações desse público, que concentra a maior parcela em poupança, chegou a R$ 854,7 bilhões, uma alta de apenas 3,3%. Esse resultado reflete um baixo crescimento das aplicações em poupança. Houve um volume de saques de recursos para a cobertura de despesas, já que o desemprego afetou algumas dessas famílias", José Rocha, presidente do Comitê de Varejo da Anbima.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia