Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de abril de 2017. Atualizado às 16h46.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Alterada em 05/04 às 16h48min

Ouro fecha em baixa, após dado forte de emprego no setor privado dos EUA

O ouro fechou em queda nesta quarta-feira, após um indicador de geração de vagas no setor privado dos Estados Unidos, considerado uma prévia do relatório oficial de empregos (payroll), superar as expectativas. O ouro para entrega em junho fechou em queda de US$ 9,90 (0,79%), a US$ 1.248,50 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).
A ADP informou que o setor privado dos EUA gerou 263 mil empregos em março, acima da previsão de 180 mil dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal. Por outro lado, a criação de vagas de fevereiro foi revisada para baixo, de 298 mil para 245 mil.
O ouro ampliou as perdas após o indicador do mercado de trabalho americano. Nesta sexta-feira será divulgado o payroll, considerado muito importante para a trajetória da política monetária nos EUA.
Os investidores também mantiveram-se em um quadro de expectativa antes da divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), que saiu depois do fechamento desse mercado. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia