Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 03 de abril de 2017. Atualizado às 08h05.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado Financeiro

Bolsa de Tóquio sobe moderadamente, graças a ações ligadas ao consumo doméstico

A Bolsa de Tóquio fechou em alta moderada nesta segunda-feira (3), recuperando-se de uma mínima em sete semanas e sustentada por ações ligadas ao consumo doméstico, num sinal de cautela em relação à saúde do comércio mundial.

O Nikkei subiu 0,39% hoje, a 18.983,23 pontos, após cair 0,81% no pregão anterior, quando atingiu o menor nível desde 9 de fevereiro.

O mercado japonês abriu em alta e manteve o tom levemente positivo até o encerramento dos negócios, depois de ter sido pressionado por realização de lucros no fim da semana passada.

Os ganhos em Tóquio foram limitados, porém, em meio à incertezas sobre a direção das políticas econômicas dos EUA e suas implicações para grande parceiros comerciais como China e Japão, em especial antes de um encontro do presidente americano, Donald Trump, com o presidente chinês, Xi Jinping, previsto para o fim desta semana.

Papéis ligados à demanda doméstica destacaram-se positivamente na bolsa japonesa, caso da Yakult Honsha Co. (+3,6%) e da Meiji Holdings Co. (3,1%), ambas do setor alimentício.

Por outro lado, uma queda nos juros dos Treasuries na última sexta-feira pesou em ações do setor financeiro japonês, incluindo os da Dai-ichi Life Holdings Inc. (-2,5%) e da Resona Holdings Inc. (-2%).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia