Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 23 de abril de 2017. Atualizado às 22h41.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Affonso Ritter

Observador

Notícia da edição impressa de 24/04/2017. Alterada em 23/04 às 21h10min

Feira de poucas celebridades

Dificilmente a Feira Industrial de Hannover deste ano, que começa hoje, terá a repercussão da anterior, em 2016, quando o país parceiro foi os EUA e sua abertura, presidida pelo então popular presidente Barack Obama. Neste ano, o país parceiro é a Polônia, de menor prestígio. Mas, celebridades à parte, o número de expositores e visitantes, bem como seu conteúdo técnico, não devem sofrer por isso. A feira de 2016 teve 5 mil expositores e foi visitada por mais de 190 mil pessoas, 10% mais do que a de 2014, com a qual é comparada por ser ano par, quando é sempre menor. Tanto é que a de 2015 teve 6,5 mil expositores e 220 mil visitantes. Como 2017 é também ano ímpar, serão 5,2 mil expositores, ou 200 a mais que no ano par de 2016.
O dobro de 2016
A missão prospectiva da Fiergs de 60 integrantes à Feira de Hannover 2017 tem 30 empresários de quatro estados. São poucos para a importância do evento, mas o dobro dos que foram em 2016, então com representantes de 16 empresas de seis estados. Quem foi está entre os que melhor se prepararam para o pós-crise.
Isdralit no futebol
A Isdralit, do grupo Isdra, integra o quadro de patrocinadores oficiais do time do Esporte Clube Novo Hamburgo nesta reta final do campeonato gaúcho. A iniciativa integra suas novas ações de relacionamento para formar parcerias com entidades regionais e de fora do Estado.
Fôlego temporário
O projeto de socorro aos estados aprovado pela Câmara dos Deputados não resolverá o problema das finanças gaúchas. As medidas "só darão fôlego para que os estados façam ajustes estruturais mais profundos nas contas públicas", avalia o advogado Gustavo Sander, do Souza Berger. O fôlego extra de R$ 9 bilhões terá que ser pago com juros e o resto da dívida.
Energia em capacete
Um setor da Feira de Hannover 2017 que promete grandes novidades é o das energias alternativas, principalmente a solar, em que a criatividade é infinita, pela facilidade de instalação. Já há até carregador de celular adaptado a capacete de motoboy, alimentado por energia solar via placas fotovoltaicas.
Implante de chip no lugar do crachá
Um prédio comercial de Estocolmo avançou muito na internet das coisas, o tema predominante em suas variadas aplicações na Feira Industrial de Hannover há alguns anos. Ele colocou entre as coisas à mão do trabalhador de um dos escritórios, com o implante de um pequeno chip de radiofrequência sob a pele, prática que pretende estender aos demais 700 trabalhadores do prédio. O chip está servindo de crachá, cartão ou senha para entrar no prédio, mas também para pagar o ônibus e fazer compras, e é implantado por tatuadores. Hannes Sjoblad, que levou a cabo o projeto no edifício sueco, incluiu até seu cartão de visitas no chip subcutâneo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia