Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de abril de 2017. Atualizado às 00h09.

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Notícia da edição impressa de 06/04/2017. Alterada em 05/04 às 21h36min

Operação miniceasas

PC Flores/PMPA/Divulgação/JC
A prefeitura de Porto Alegre, desta vez, pegou em cheio o comércio irregular de frutas, legumes e hortaliças que tiravam largos espaços dos pedestres e sufocavam o comércio formal no Centro Histórico. O início foi na Praça do Portão, onde funcionava um depósito. A maior delas, enorme, na Borges de Medeiros esquina Andrade Neves, foi alvo da ação. Sua estrutura física, com lona, varava 24 horas por dia.

Jet ski participativo

A discussão em torno do Orçamento Participativo (OP), criação do falecido prefeito de Pelotas Bernardo de Souza, lembra episódio do tempo em que a avenida Goethe, na Capital, virava raia de jet ski quando chovia. Criticada por não encarar o problema, a prefeitura informou que o assunto não tinha sido demandando pelo OP. Ora, na parte em que a Goethe inundava, não há prédios nem residências. Portanto quem demandaria?

Aeromóvel colombiano

A prefeitura de Rionegro, na Colômbia, promoveu encontro para tratar de "Estrutura Legal, Financeira e Técnica de Sistema de Transporte de Massa". Tradução: a implantação do aeromóvel na cidade. De acordo com Marcus Coester, CEO da Aeromovel Brasil, presente à reunião, é a continuidade dos entendimentos firmados em 2016 com o prefeito Andrés Cardona.

Um banco digital gaúcho...

pg3 Marciano Testa, presidente do Banco Agiplan - foto Itamar Aguiar

ITAMAR AGUIAR/DIVULGAÇÃO/JC
Um banco múltiplo com quase 400 agências com estrutura enxuta e crescendo, com sede em Porto Alegre e 18 anos de atuação. O Banco Agiplan foca a tecnologia e, ainda neste ano, deverá ser um banco digital - a conta-corrente com limite de crédito autorizado automaticamente já é realidade. Marciano Testa, dirigente do conglomerado, despertou grande interesse sobre o banco, ontem, no Tá na Mesa, da Federasul.
 

...que não dorme no ponto

O Agiplan não cobra tarifas, uma chaga dos grandes bancos. E tem outros bebês em gestação prestes a nascer, como conta-corrente para menores de 14 a 18 anos - o correntista digital 100%, que será o padrão em breve. Em resumo, permitirá fazer qualquer operação, incluindo meios de pagamento. Uma aparente contradição: por que um banco digital tem agências físicas e pretende ampliá-las? Para atender clientes não digitais.

Por falar em meios de pagamento...

...quando as operações bancárias forem todas digitais, os cartões físicos como o conhecemos não terão mais razão de ser. Como as operadoras sabem perfeitamente disso, estão costurando parcerias e aprimorando novas tecnologias para continuar no mercado.

Trem bala

O trem é assunto que encanta leitores. Notas sobre antigas ferrovias no Estado levou um leitor a dizer que no tempo dos seus pais havia uma forma prática de definir a velocidade do trem. Ele era classificado de muito rápido quando não dava para contar os moirões da cerca na passagem.

Usina de lixo

Um adendo à nota de ontem sobre a usina de lixo de pirólise lenta da empresa Innova: não há queima de material no processo, é tratamento térmico através de aplicação externa de energia calorífica sem presença de oxigênio. Por sinal, a incineração de lixo está proibida no Brasil.

Clareza nos TCEs

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, informa que o Conselho Federal da entidade ajuizará uma ADPF (Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental) no Supremo Tribunal Federal para clarear os critérios de escolha de ministros e conselheiros de Tribunais de Contas, além de propor uma PEC para que o texto que determina os tais critérios seja menos vago.

Terapia baloterápica

A agência mineira de Relações Públicas Pessoa desenvolveu uma criativa gama de "remédios" para brindar clientes e parceiros, chamado de Medicamento Baloterápico em forma de confetes de chocolate. São diversas versões para enfrentar situações de vida, como Amorxilina, Esperancium, Ficabonzim e Gargalho, entre outras. O melhor é o Esqueci: toma na sexta-feira para desligar da semana que chega ao fim.

Miúdas

  • COMO é que alguns prefeitos nomeiam assessores diretos com passado inglório é um mistério.
  • EM pleno século do Google, não tem justificativa. A não ser que tenha passado a mão por cima.
  • DIA sim outro também, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) bate forte no presidente Michel Temer (PMDB). Briga de raposas felpudas.
  • CHOVER, chuva dessas que molha o dia inteiro, faz horas que a Capital não vê.

Finais

  • AJURIS promove dia 11/14h30min o painel Direitos Humanos & Previdência.
  • ANA Claudia Rasera (Grupo Fleury/Weinmann Laboratório) participa de missão de negócios na comunidade Ciências da Vida, em Ontário, Canadá.
  • SÓCIOS do escritório Souza Berger Advogados estão confirmados para participação no Dia Gaúcho de Arbitragem/amanhã/Federasul.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia