Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de março de 2017. Atualizado às 19h07.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Câmara de Porto Alegre

Notícia da edição impressa de 21/03/2017. Alterada em 21/03 às 19h10min

Auditor defende revisão do IPTU em Porto Alegre

Presidente da associação municipal de auditores falou na Câmara sobre alternativas de novas cobranças do imposto

Presidente da associação municipal de auditores falou na Câmara sobre alternativas de novas cobranças do imposto


DIVULGAÇÃO/JC
Carlos Villela, especial para o JC
Dias após o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), ter confirmado, em entrevista ao Jornal do Comércio, que o projeto de revisão do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) será enviado ainda neste ano para a Câmara Municipal, o auditor Joarez Franceschi foi à Tribuna Popular do Legislativo para defender a atualização da planta de cobrança do imposto na Capital.
Presidente da Associação dos Auditores Fiscais da Receita Municipal de Porto Alegre (Aiamu), Franceschi explicou que o cálculo do imposto está defasado por conta das mudanças na "fotografia" de Porto Alegre e que "a construção civil transformou a cidade" sem que houvesse atualização concomitante do imposto.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia