Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de março de 2019.
Aniversário de Porto Alegre. Dia do Cacau.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

prefeitura de porto alegre

08/03/2017 - 13h16min. Alterada em 08/03 às 13h15min

Prefeitura de Porto Alegre anuncia licitação para contratar serviço de táxi por aplicativo

Para participar da licitação, serviço de transporte de passageiros deverá ter GPS

Para participar da licitação, serviço de transporte de passageiros deverá ter GPS


CLAITON DORNELLES/JC
A Prefeitura Municipal de Porto Alegre publicou na terça-feira (7), no Diário Oficial, o anúncio de abertura do edital para contratação de serviço de táxi através de aplicativo. A mudança visa diminuir os gastos com a locação de carros – que custa cerca de R$ 30 milhões ao ano para o município.
O governo municipal estima uma grande redução neste custo, porque irá pagar apenas pelos trajetos realizados. O edital prevê que o sistema deve permitir controle de origem e destino, por meio de GPS e a utilização do serviço pelos funcionários públicos será acompanhada por responsáveis definidos em cada órgão.
No começo de fevereiro, o prefeito Nelson Marchezan já havia antecipado ao Jornal do Comércio sua intenção de utilizar serviço de transporte por aplicativo nas demandas da Prefeitura. Ele também afirmou que, para atividades pessoais, já havia trocado o serviço do aplicativo Easy Táxi pelo Uber.
Para Marchezan, a transparência na prestação do serviço também é um grande benefício. “A necessidade de transparência na operação dos carros locados é o foco da medida. Além disso, reduziremos o gasto com transporte para que os recursos possam ser aplicados em serviços essenciais como saúde, educação e assistência social”, afirma.
A empresa vencedora da licitação deverá disponibilizar para a Secretaria Municipal da Fazenda os dados das corridas, para cruzamento com a arrecadação do ISSQN sobre os serviços prestados.
A licitação por pregão eletrônico abrirá no dia 21 de março e pode ser acessada no site Portal de Compras Públicas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
ALEXANDRE NITZKE 26/03/2019 08h53min
Este pregão não está no Portal de Compras Públicas........