Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 07 de março de 2017. Atualizado às 23h28.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Prefeitura de Porto Alegre

Notícia da edição impressa de 08/03/2017. Alterada em 07/03 às 21h37min

Marchezan quer parceria privada em todos os setores

"Se tiver um comprador para a Carris, pode nos apresentar", disse Nelson Marchezan Junior

"Se tiver um comprador para a Carris, pode nos apresentar", disse Nelson Marchezan Junior


FREDY VIEIRA/JC
Bruna Suptitz
"Se tiver um comprador para a Carris, pode nos apresentar", respondeu o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), a um questionamento sobre o custo da companhia aos cofres públicos municipais. "Mas acho que ninguém quer no momento", completou. A fala ocorreu ontem em um evento realizado pela Associação Comercial de Porto Alegre, onde o prefeito falou aos empresários sobre a intenção em realizar parcerias com a iniciativa privada em todas as áreas do governo. "Nós precisamos da iniciativa privada, não tem área desse governo que não vai ter uma parceria", disse.
Retomando o discurso da crise, sustentado pelos números apresentados na segunda-feira sobre o fluxo de caixa da prefeitura para 2017, Marchezan afirmou que irá "falar em crise neste ano inteiro" e reforçou o discurso que sustenta desde que ganhou a eleição, de que irá atrasar o pagamento de salários. "Estou triste, porque vou entrar para a história como o primeiro prefeito que atrasou salários dos servidores e, por dois ou três meses consecutivamente, não pagou o salário dos servidores", afirmou, repetindo a afirmação em mais de um momento.
Ainda assim, Marchezan diz acreditar que a dificuldade econômica pode ser uma oportunidade de crescimento e disse aos empresários que a prefeitura irá "apresentar oportunidades para quem quer ganhar com as parcerias".
Respondendo a um tema que apareceu em mais de uma pergunta do público, o prefeito se comprometeu em enfrentar a situação do comércio irregular nas ruas do centro de Porto Alegre. Ele informou que um trabalho entre as secretarias de Desenvolvimento Econômico e Desenvolvimento Social pretende abordar essas pessoas para apresentar opções de saída de acordo com suas condições.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia