Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de março de 2017. Atualizado às 08h50.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Reino Unido

29/03/2017 - 08h47min. Alterada em 29/03 às 08h53min

Theresa May faz reunião de governo antes de ativação do Brexit

Primeira-ministra do Reino Unido promove reunião de governo hoje

Primeira-ministra do Reino Unido promove reunião de governo hoje


BEN STANSALL/AFP/JC
Agência Brasil
A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, promove nesta quarta-feira (29) uma reunião de governo antes de informar ao Parlamento a ativação do Brexit, a saída do país da União Europeia (UE), segundo informações de fontes oficiais.
Agora de manhã, de acordo com a Agência EFE, a chefe do governo analisará com os ministros, em sua residência oficial, o conteúdo da carta que será entregue ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, onde o Reino Unido expressa a vontade de se separar do bloco.
A carta - que será entregue em Bruxelas pelo embaixador britânico na UE, Tim Barrow -, leva a assinatura de Theresa May e comunica que o Reino Unido vai ativar o Artigo 50 do Tratado de Lisboa, que estabelece o início das negociações sobre a saída de um país comunitário.
Após a reunião de governo, a primeira-ministra segue para Parlamento, onde participa, a partir do meio-dia (horário local, 8h de Brasília), da sessão semanal de perguntas na Câmara dos Comuns. Trinta minutos depois, ela fará uma declaração para informar que o país ativou o Artigo 50.
Ao mesmo tempo, Barrow entregará a carta a Tusk e 15 minutos depois, o conteúdo deverá ser divulgado. Após o discurso de Theresa May, o presidente do Conselho Europeu fará uma declaração à imprensa.
O governo britânico divulgou foto que mostra a chefe do governo assinando a carta em sua residência, com uma bandeira britânica ao lado.
Segundo alguns trechos da declaração, divulgados na imprensa, Theresa May destacará a promessa de representar "cada pessoa do Reino Unido", incluídos os cidadãos comunitários, durante os dois anos que durarão as negociações com Bruxelas.
"É minha firme decisão começar o acordo adequado para cada pessoa neste país. Enquanto enfrentamos as oportunidades que temos pela frente neste caminho transcendental, nossos valores compartilhados, interesses e ambições podem, e devem, unir-nos", ressaltará a primeira-ministra.
"Somos uma grande união de pessoas e nações com uma história orgulhosa e um futuro brilhante. E agora que a decisão foi tomada de deixar a UE, é hora de união", dirá.
Assim que a carta for entregue, começará a contagem regressiva para o "divórcio" britânico, previsto para o dia 29 de março de 2019.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia