Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 08 de março de 2017. Atualizado às 20h31.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Estados Unidos

Alterada em 08/03 às 20h35min

Trump começa a delinear plano de infraestrutura de US$ 1 trilhão nos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, orientou sua equipe na Casa Branca a elaborar o plano de US$ 1 trilhão em gastos de infraestrutura. A iniciativa deve pressionar Estados a acelerar autorizações locais, privilegiar a renovação de rodovias existentes sobre as novas construções e priorizar projetos que podem começar a ser feitos rapidamente.
"Nós não vamos dar dinheiro aos Estados a menos que eles possam provar que podem estar prontos, dispostos e capacitados a começar o projeto", disse Trump durante uma reunião fechada com auxiliares e executivos em que o Wall Street Journal foi convidado a observar. "Nós não queremos dar a eles dinheiro se eles estão amarrados por sete anos de burocracia estatal", comentou.
Trump disse que estava inclinado a dar aos Estados prazo de 90 dias para iniciar os projetos e pediu que Scott Pruitt, o novo diretor da Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês), dê uma recomendação sobre o assunto. O presidente demonstrou interesse na construção de novas ferrovias de alta velocidade, questionou sobre a possibilidade de leiloar o espectro de radiodifusão para operadoras de telefonia móvel e pediu mais detalhes sobre o Hyperloop, projeto encampado pelo fundador da Tesla, Elon Musk, que iria transportar passageiros rapidamente em tubos de baixa pressão. "A América tem sempre sido uma nação de grande promessa porque sonhamos grande", comentou Trump. "Nós iremos realmente sonhar grande agora."
A iniciativa de US$ 1 trilhão de Trump deve ser financiada com capital público e privado. O governo considera uma taxa de repatriação que geraria cerca de US$ 200 bilhões em fundos, mas outras fontes também são consideradas, segundo um graduado nome da administração.
Na reunião, o presidente disse que tem como objetivo conseguir o aval para o plano de infraestrutura assim que o Congresso termine as deliberações sobre a reforma na saúde e a do sistema tributário. Trump sugeriu que o plano de infraestrutura pode ser parte de um debate sobre impostos. "Vamos ver o que acontece."
O vice-presidente Mike Pence disse que "há grande interesse do Congresso em fazer isso". Segundo Pence, é preciso ouvir os líderes do setor privado para identificar as necessidades e o capital disponível para financiar as iniciativas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia