Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 05 de março de 2017. Atualizado às 20h37.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

estados unidos

Alterada em 05/03 às 20h41min

FBI pede que Depto. de Justiça rejeite acusação de Trump contra Obama, diz NYT

O diretor do FBI, James Comey, pediu ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos neste final de semana para rejeitar publicamente a acusação feita pelo presidente do país, Donald Trump, de que o ex-líder norte-americano, Barack Obama, teria ordenado seu grampo telefônico durante a campanha eleitoral, de acordo com informações do jornal New York Times.
Segundo a publicação, Comey teria argumentado que a alegação é falsa e "deve ser corrigida", afirmaram autoridades do governo ao jornal. Até o momento, o Departamento de Justiça não divulgou nenhum comunicado.
O diretor do FBI teria realizado o pedido no sábado, após Trump ter feito as alegações contra Obama em seu Twitter. Segundo o jornal, Comey acredita que a acusação insinuaria que o FBI teria descumprido leis.
O pedido de Comey representa uma confrontação histórica entre o presidente dos EUA e o líder do FBI, que estaria questionando a veracidade das alegações de Trump.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia