Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 05 de março de 2017. Atualizado às 22h17.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Malásia

Notícia da edição impressa de 06/03/2017. Alterada em 05/03 às 22h20min

Embaixador norte-coreano é expulso após críticas à investigação

O Ministério das Relações Exteriores da Malásia anunciou a expulsão do embaixador da Coreia do Norte. A decisão foi tomada após críticas às investigações sobre a morte de Kim Jong-nam, de 45 anos, meio-irmão do ditador norte-coreano, Kim Jong-un. Nam foi envenenado no aeroporto de Kuala Lumpur, enquanto esperava um voo para a China.
O embaixador Kang Chol deve deixar o país até hoje. No início da semana, a Malásia exigiu que a Coreia do Norte pedisse desculpas por críticas à investigação. Como isso não ocorreu, o governo decidiu pela expulsão.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia