Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 31 de março de 2017. Atualizado às 10h44.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

acidente

Alterada em 31/03 às 10h50min

Colisão entre dois ônibus escolares deixa ao menos seis mortos em Alagoas

Um acidente envolvendo dois ônibus escolares na Rodovia AL-110, em Junqueiro, no interior de Alagoas, deixou ao menos seis mortos e vários feridos na noite desta quinta-feira (30). Um veículo transportava universitários de Teotônio Vilela para Arapiraca e o outro tinha como destino a cidade de Junqueiro. Os ônibus ficaram completamente destruídos. As causas do acidente ainda estão sendo investigadas.
Entre os mortos estariam os dois motoristas e quatro estudantes, informou em nota a Secretaria de Comunicação Social de Teotônio Vilela.
Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e dez ambulâncias de cidades próximas como Teotônio Vilela, Junqueiro e São Sebastião foram prestar socorro no local do acidente.
Dos 45 estudantes enviados para a Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca, 28 foram liberados e 13 estão em observação, já fora de risco. Dois pacientes estão em estado grave e outros dois, internados, apurou o Estado. Médicos e funcionários de outros municípios foram mobilizados para auxiliar no atendimento da unidade. O Hemocentro de Arapiraca (Hemoar) convocou a população para doar sangue na unidade.
O governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), publicou mensagem em seu Facebook na madrugada desta sexta-feira (31) decretando luto oficial de três dias no Estado. Renan escreveu, também, que determinou "mobilização total e imediata dos meios necessários para o socorro às vítimas sobreviventes e apoio às famílias".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia