Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de março de 2017. Atualizado às 15h36.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

clima

13/03/2017 - 15h21min. Alterada em 13/03 às 15h38min

Governo gaúcho mobiliza apoio a atingidos por tempestade

Cairoli examinou os estragos na cidade de São Francisco de Paula

Cairoli examinou os estragos na cidade de São Francisco de Paula


Marcelo Ermel/GVG/
O governador gaúcho em exercício, José Paulo Cairoli, sobrevoou, na manhã desta segunda-feira (13), o município de São Francisco de Paula, o mais afetado pelos ventos de 100 km/h e pela queda de granizo que atingiram municípios da Serra e a região Central do Estado no fim de semana. Cairoli foi ver os estragos causados pela tempestade para coordenar ações integradas em socorro à comunidade.
Em nota divulgada nesta tarde, a Metsul apontou que foi um tornado o que atingiu a cidade, acompanhado por uma supercélular de tempestade severa. A conclusão foi feita, segunda a nota, após uma análise dos danos e das condições atmosféricas presentes na região no momento do episódio. Segundo relatório da Defesa Civil Estadual, o fenômeno climático na cidade serrana deixou uma morte, 70 feridos, 1,6 mil afetados, 70 desalojados e 500 residências destruídas. O órgão está no local para contabilizar os prejuízos, distribuir lonas e organizar a chegada dos donativos.
Acompanhado do subchefe da Defesa Civil, tenente-coronel Jarbas Trois de Avila, Cairoli fez contato com o prefeito Marcos Aguzzolli e colocou a estrutura do Estado à disposição da comunidade. "Estamos com toda a equipe da Defesa Civil e mais de 50 bombeiros para auxiliar a população na limpeza, remoção de entulhos e reconstrução das casas", afirmou. O vice-governador comando o Estado em razão de uma viagem oficial do governador José Ivo Sartori à Argentina.
A administração municipal decretou estado de calamidade na manhã desta segunda. A partir de agora, o decreto deve ser homologado pela Defesa Civil do Estado para liberação de recursos federais. Em viagem oficial à Argentina, o governador José Ivo Sartori externou solidariedade aos atingidos e determinou a liberação de R$ 175 mil para o município utilizar na área da saúde.
Os desabrigados estão alojados no Ginásio Municipal de Esportes, que também serve como central para recebimento de doações. A maior carência é por material de construção, para reerguer as moradias atingidas.
Santa Maria também teve vários bairros alagados, entre eles, Camobi, Campestre, Urlândia, Noal, Cerrito, Vila Ipiranga, Vila São João, Parque Pinheiro Machado e Itararé. Pelo menos 700 casas foram atingidas. Não houve registro de desabrigados.
Outros municípios que sofreram com o evento meteorológico foram Gramado, Viamão, Novo Hamburgo, Teutônia, Encruzilhada do Sul, Santana da Boa Vista e Alvorada. Em Cristal, 150 pessoas foram afetadas, lavouras foram gravemente acometidas pelo evento adverso. Em Camaquã, construções foram destelhadas, houve queda de árvores e postes.
Em Porto Alegre, os pontos de alagamento foram Lomba do Pinheiro, Sarandi, Mário Quintana, Rubem Berta, Elizabeth e Glória. Municípios como Santo Antônio da Patrulha, Maquiné, Parobé, Sapucaia do Sul, Cachoeirinha e Venâncio Aires também registraram danos.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia