Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 26 de março de 2017. Atualizado às 21h40.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Carnaval

Notícia da edição impressa de 02/03/2017. Alterada em 26/03 às 21h43min

Após 33 anos, Portela é a grande campeã no Rio de Janeiro

Desfile da campeã tratou da relação entre a humanidade e os rios

Desfile da campeã tratou da relação entre a humanidade e os rios


AFP/JC
Depois de mais de três décadas de espera, a Portela pode comemorar novamente o título de campeã do Carnaval no Rio de Janeiro. Em uma apuração emocionante, decidida apenas no último quesito (enredo), a maior campeã das escolas de samba do Rio alcançou seu 22º título, concretizando os gritos de "é campeã" de boa parte do público na Marquês do Sapucaí ao final do seu desfile, na madrugada de terça-feira. A Portela somou 269,9 pontos, apenas um décimo a menos do máximo possível, seguida pela Mocidade Independente de Padre Miguel (269,8) e pela Salgueiro (269,7).
A contagem das notas acabou ganhando contornos polêmicos logo de início, quando foi anunciado, pela Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa), que nenhuma escola do Grupo Especial seria rebaixada neste ano. A decisão, tomada em reunião antes do início da apuração, se deu em consequência dos acidentes com carros alegóricos das escolas Paraíso do Tuiuti e Unidos da Tijuca, que acabaram deixando mais de 30 feridos. Boa parte do público presente no sambódromo reagiu com vaias ao anúncio, feito logo antes da abertura do primeiro envelope.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia