Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 25 de março de 2017. Atualizado às 20h15.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

copa do mundo

Alterada em 25/03 às 20h18min

Suíça sofre, mas vence Letônia e mantém 100% nas Eliminatórias da Copa

Foi bem mais sofrido do que o torcedor podia imaginar. Mas, neste sábado, em partida disputada em Genebra, a Suíça derrotou a Letônia por 1 a 0 e se manteve com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo da Rússia.
 
Com um gol marcado por Josip Drmic aos 21 minutos do segundo tempo, a seleção suíça chegou aos 15 pontos e permaneceu em situação confortável no Grupo B do qualificatório para o Mundial de 2018. Vice-líder, Portugal tem apenas nove pontos, mas enfrenta ainda neste sábado joga em casa contra a Hungria, terceira colocada, com sete. Já a Letônia tem apenas três.
 
Ainda pelo Grupo B, em casa, Andorra segurou o empate por 0 a 0 com as Ilhas Faroe e somou seu primeiro ponto nas Eliminatórias em outro jogo já encerrado neste sábado pelas Eliminatórias Europeias. Os visitantes, por sua vez, mantiveram-se em quarto lugar, com cinco pontos.
 
O sábado teve ainda outros dois jogos pelo Grupo H: em casa, a Bósnia-Herzegovina massacrou Gibraltar por 5 a 0, com dois gols de Ibisevic, enquanto Chipre e Estônia ficaram em um decepcionante empate sem gols.
 
Com os resultados, a Bósnia-Herzegovina assumiu a segunda colocação com dez pontos, os mesmos da Grécia, que ainda neste sábado enfrenta a líder Bélgica, fora de casa. As demais seleções estão bem abaixo na tabela de classificação e têm poucas chances de ir à Copa de 2018.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia