Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de março de 2017. Atualizado às 22h32.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato gaúcho

Alterada em 22/03 às 22h33min

Inter só empata em Erechim pelo Estadual e conquista a Recopa Gaúcha nos pênaltis

O Internacional torna-se o maior vencedor da Recopa com dois títulos

O Internacional torna-se o maior vencedor da Recopa com dois títulos


RICARDO DUARTE/Inter/Divulgação/JC
O Internacional sofreu muito para empatar com o Ypiranga por 1 a 1, na noite desta quarta-feira, no Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim, pelo Campeonato Gaúcho. Mas como a partida também valia pela Recopa Gaúcha, acabou indo para os pênaltis, quando o time porto-alegrense assegurou a conquista graças ao goleiro Danilo Fernandes.
O jogo foi morno no primeiro tempo, com as duas equipes proporcionando poucos lances de perigo. A partida caminhava para ir ao intervalo em sem gols, mas, aos 40 minutos, um chutão do goleiro Carlão, do Ypiranga, mudou o panorama do duelo. O zagueiro Léo Ortiz se atrapalhou com o goleiro Danilo Fernandes e deixou Talles Cunha sozinho para fazer o gol: 1 a 0.
O Inter retornou com mais vontade para o segundo tempo. O técnico Antônio Carlos Zago mexeu para deixar a equipe mais agressiva. A entrada de Valdívia no lugar do uruguaio Nico Lopez deu mais movimentação à equipe. Mas o time desperdiçou várias oportunidades.
Aos 25 minutos, um lance polêmico irritou a torcida do Inter. O atacante Brenner aproveitou um passe de Léo Ortiz e mandou a bola para a rede, mas o auxiliar Fabrício Lima Baseggio marcou impedimento. O bandeira não viu que um zagueiro do Ypiranga dava condição para o ataque do Inter.
Aos 40 minutos, veio o alívio. Andrigo recebeu na direita e cruzou. A bola bateu no braço do defensor da equipe do interior e o árbitro Anderson Daronco marcou pênalti. Na cobrança, Brenner fez o gol e tirou a equipe de Porto Alegre do sufoco. Uendel ainda teve a chance de virar o placar ao chegar na cara do gol, mas desferiu uma bomba para fora já nos acréscimos.
O empate valeu pelo Estadual, mas a torcida colorada ainda viveria fortes emoções. Após o término do tempo regulamentar, houve cobrança de penalidades para decidir o título da Recopa Gaúcha. O Inter, que buscava o bicampeonato, foi mais competente e venceu a disputa por 4 a 3. O herói foi o goleiro Danilo Fernandes, que pegou duas cobranças, e o capitão D´Alessandro levantou a taça.
O Internacional chegou a 11 pontos e fechou a quarta-feira dentro da zona de classificação para as quartas de final do Gaúcho. O Ypiranga, com oito pontos, está na zona de rebaixamento. Na próxima rodada, a décima do campeonato, o Internacional enfrenta o São José, no Estádio do Vale. Já o Ypiranga joga fora de casa contra o Cruzeiro.
Ypiranga 1 (3) x (4) 1 Internacional
Carlão; Márcio, Negretti, Wagner e Gabriel Araújo (Néverton); Tairone, Jackson, Éderson, Talles Cunha e Kaio (Evair); Maycon (Michel). Técnico: Guilherme Macuglia.
Danilo Fernandes; William, Léo Ortiz, Paulão (Roberson) e Víctor Cuesta; Anselmo, Rodrigo Dourado (Andrigo), D'Alessandro e Uendel; Nico López (Valdívia) e Brenner. Técnico: Antonio Carlos Zago.
Árbitro: Anderson Daronco
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia