Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 08 de março de 2017. Atualizado às 21h41.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa do Brasil

Alterada em 08/03 às 21h45min

São Paulo ganha do ABC e chega a nove partidas de invencibilidade na temporada

O São Paulo fez mais uma vítima na temporada e chegou a nove partidas de invencibilidade. Desta vez, o time aplicou 3 a 1 no ABC, pela Copa do Brasil, e agora decidirá sua vaga na próxima fase quarta-feira, no Frasqueirão, em Natal. Mais uma vez, o ataque correspondeu: desde o início dos campeonatos, já são 29 gols em dez confrontos.
Desde o início dava para ver que a proposta inicial dos visitantes era amarrar o jogo, com faltas duras, cera a cada vez que a bola parava e com dez jogadores na defesa. Só que o time do São Paulo é dinâmico e pressiona até encontrar brechas na marcação. Isso não é só a essência do time, mas faz parte do treinamento no dia a dia.
E foi assim que os paulistas foram construindo a vitória, com paciência, mas sem perder a concentração na defesa, que vem sendo criticada na temporada pelo excesso de gols sofridos. Ciente das dificuldades dentro da área, o centroavante Lucas Pratto se aproximou mais dos companheiros, chamou o jogo e participou das melhores chances.
Em uma delas, logo aos seis minutos, ele deu um belo passe e deixou Thiago Mendes na cara do gol. O volante chutou, o goleiro Edson defendeu, e no rebote Cueva tentou marcar, mas Levy salvou em cima da linha.
Principal articulador das jogadas de ataque, Cueva estava sendo vigiado de perto e foi caçado por Jardel. Sofreu uma entrada dura, outra que culminou no amarelo para o jogador do ABC e antes que o adversário fosse expulso, o técnico Geninho tirou seu comandado.
Mas as patadas dos rivais não amedrontaram os são-paulinos, pelo contrário. A pressão era grande e o ABC não conseguia trocar cinco passes que logo era desarmado. E se Cueva estava sendo marcado de perto, foi Luiz Araújo que começou a desequilibrar.
Em uma cobrança de escanteio, o jogador mandou a bola na trave. Em outra jogada, chutou novamente no poste. Só que na terceira boa chance, não teve jeito. Aos 27, Cicero lançou Cueva, que dominou livre na área. Luiz Araújo tomou a bola do companheiro e mandou para o gol, abrindo o placar.
E antes do intervalo, Luiz Araújo mostrou os motivos que fizeram o técnico Rogério Ceni pedir sua permanência no clube. Ele roubou a bola no meio de campo e foi enfileirando seus marcadores com dribles em velocidade. Chegou na entrada da área e chutou, mas o goleiro Edson defendeu.
Só que logo no início da etapa final, Luiz Araújo recebeu um ótimo lançamento, limpou o goleiro da jogada e mandou para o gol vazio. A torcida tricolor ainda comemorava o segundo gol quando o ABC diminuiu. Na cobrança de escanteio, Márcio Passos ganhou de Breno no alto e marcou de cabeça. Só que o São Paulo não sentiu o golpe, manteve o ímpeto ofensivo e logo fez o terceiro, com Pratto, marcando de cabeça após cruzamento de Thiago Mendes
A partir daí, o técnico Rogério Ceni preservou Luiz Araújo e Cueva - o peruano saiu de campo sentindo a coxa esquerda - e o time passou a tocar a bola com inteligência para evitar sustos desnecessários e garantir um bom resultado para o jogo de volta no Rio Grande do Norte na próxima semana.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia