Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 08 de março de 2017. Atualizado às 18h38.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

liga europa

Alterada em 08/03 às 18h38min

Mourinho critica campo em que United abrirá mata-mata da Liga Europa na Rússia

O técnico José Mourinho não escondeu a sua insatisfação, nesta quarta-feira, com o campo no qual o Manchester United irá abrir o mata-mata das oitavas de final da Liga Europa diante do Rostov, nesta quinta, às 15 horas (de Brasília), na Rússia.
O gramado do palco do confronto não é usado há três meses, mas apresenta falhas em locais em que visivelmente dá para perceber que há menos grama, castigada pelo severo inverno russo. "É difícil para mim acreditar que nós iremos jogar amanhã neste campo, se é que você pode chamar isso de um campo", criticou o treinador português, em entrevista coletiva.
Mourinho também exibiu insatisfação com a Uefa ao comentar sobre uma conversa que teve com um representante da entidade, que inspecionou o gramado da partida desta quinta. "Tive apenas um rápido contato com um cavalheiro da Uefa quando estava olhando para o campo e, quando eu lhe disse sobre as minhas preocupações, o cavalheiro apenas me disse que 'os jogadores estão segurados se algo acontecer, sem problema'".
Rival do United na luta por uma vaga nas quartas de final, o Rostov nunca havia alcançado até então as oitavas da Liga Europa Entretanto, o time mostrou força e habilidade para vencer o Bayern de Munique por 3 a 2, em novembro, em confronto válido pela fase de grupos da Liga dos Campeões.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia