Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 03 de março de 2017. Atualizado às 13h50.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Primeira Liga

Notícia da edição impressa de 03/03/2017. Alterada em 03/03 às 13h51min

Grêmio empata com o Ceará e segue vivo no torneio

Lucas Rex marcou o gol de empate do tricolor

Lucas Rex marcou o gol de empate do tricolor


LUCAS UEBEL/Grêmio FBPA/Divulgação/JC
Com um time formado basicamente por jovens, o Grêmio garantiu, nesta quinta-feira, uma "sobrevida" na Primeira Liga, ao empatar em 1 a 1 com o Ceará, na Arena. Mesmo tendo apenas um ponto, o Tricolor pode chegar à segunda posição no Grupo B - basta vencer o América-MG, que tem a mesma pontuação, dia 5 de abril, também na Capital. Já o Ceará parou nos três pontos, enquanto o Flamengo, com sete, lidera a chave.
Apesar da falta de entrosamento, os garotos gremistas conseguiram segurar o Ceará até os 18 minutos, quando, após uma falha da defesa, o veterano Magno Alves abriu o placar. Na etapa final, o técnico interino Felipe Endres mexeu bem no time, dando mais ofensividade. E efetividade: aos oito minutos, após levantamento de Wallace Oliveira em cobrança de falta, Lucas Rex aproveitou uma saída errada do goleiro para empatar.
O desinteresse do Grêmio na Primeira Liga se traduziu nas arquibancadas. Apenas 2.944 pessoas (2.200 pagantes) viram partida. É o pior público da história da Arena.
Grêmio 1 x 1 Ceará
Bruno Grassi, Wallace Oliveira (Balbino), Zé Augusto, Lucas Rex e Iago; Machado, Jeferson Negueba, Ty Sandows (Jean Pyerre), Lima e Rondinelly (Tilica); Lucas Coelho. Técnico: Felipe Endres.
Éverson, Cametá, Luiz Otávio, Rafael Pereira, Romário (Lucas); Raul, Richardson, Felipe Tontini (Arthur); Alex Amado (Maxi Biancucchi), Victor Rangel e Magno Alves. Técnico: Givanildo Oliveira.
Árbitro: Rodrigo Ferreira (SP)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia