Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 30 de março de 2017. Atualizado às 18h25.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

varejo

30/03/2017 - 16h01min. Alterada em 30/03 às 18h30min

Vendas do varejo gaúcho ficam estáveis em janeiro de 2017

Já a receita nominal das vendas no comércio varejista teve alta de 7,1% em janeiro de 2017

Já a receita nominal das vendas no comércio varejista teve alta de 7,1% em janeiro de 2017


MARCO QUINTANA/JC
Amanda Jansson Breitsameter
O Rio Grande do Sul apresentou estabilidade nas vendas do comércio varejista em janeiro deste ano ante janeiro de 2016. Os dados, divulgados nesta quinta-feira (30) pela Pesquisa Mensal de Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicam que o comércio apresentou variação de 0% no primeiro mês do ano e, no acumulado dos últimos 12 meses, a queda chegou a 4,7% no Estado. 
A situação, mesmo que estável, mostra que o setor está melhor que o fechamento de 2016. Dezembro havia registrado queda de 6,3% nas vendas. 
No dado nacional, houve recuo de, em média, 7%, com todas as atividades do varejo registrando retração na comparação com o mesmo mês do ano anterior. No varejo ampliado nacional, que inclui as atividades de veículos e material de construção, a queda de 0,2% teve influência também do avanço de 0,3% nas vendas de veículos e motos, partes e peças, embora Material de construção tenha registrado redução de 0,8%.
No índice de variação da receita nominal das vendas no comércio varejista - sem descontar a inflação -, o Rio Grande do Sul registrou alta de 7,1% em janeiro de 2017 ante janeiro do ano passado, enquanto o dado nacional apresentou um recuo de 2,3%. 
No varejo ampliado, o setor registrou alta de 4,8% no volume comercializado no Estado. No acumulado dos últimos 12 meses, há uma queda de 8,0%. Já a receita nominal no RS teve alta de 11%, ante o dado nacional de queda de 1,7%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia