Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 28 de março de 2017. Atualizado às 09h54.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 28/03 às 09h57min

Após abertura volátil, dólar sobe com exterior no foco

Volátil, o dólar voltou a subir ante o real na manhã desta terça-feira (28) e renovou a máxima intraday, aos R$ 3,1394 (+0,33%) no mercado à vista. O ajuste foi puxado pelo dólar futuro de abril, que atingiu nova máxima aos R$ 3,1425 (+0,34%). Os agentes financeiros ajustam posições compradas à espera de um discurso da presidente do Federal Reserve, Janet Yellen, às 13h50min (horário de Brasília).
Nos primeiros negócios, a moeda norte-americana havia subido, mas passou a cair em seguida, pressionada por uma realização de ganhos recentes. Em quatro das últimas cinco sessões, o dólar havia acumulado ganho de 1,83%.
Lá fora, o dólar opera em leve alta nesta terça-feira ante a maioria das moedas em um movimento de recuperação, após obter a sua pior semana desde novembro em meio às incertezas quanto à capacidade do presidente dos EUA, Donald Trump, de cumprir suas promessas depois que de ter perdido apoio dos republicanos na reforma da saúde.
Nesta terça, o mercado segue na expectativa pela fala da presidente do Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA), Janet Yellen, além de outros dirigentes da instituição ao longo do dia. Além disso, o dólar ganhou força também diante da queda do minério de ferro, o que ajudou a enfraquecer moedas de maior risco, incluindo o dólar australiano e canadense. Às 9h30min, o euro recuava a US$ 1,0863 e a libra caía a US$ 1,2558. O dólar subia a 1,3142 dólar australiano e avançava a 1,3394 dólar canadense.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia