Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de março de 2017. Atualizado às 19h27.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

conjuntura internacional

Alterada em 16/03 às 19h27min

BC do Chile decide cortar taxa básica de juros em 0,25 ponto porcentual, para 3%

O Banco Central do Chile decidiu nesta quinta-feira reduzir sua taxa básica de juros em 0,25 ponto porcentual, para 3,0%. O conselho do BC apontou em seu comunicado que as tendências recentes do cenário macroeconômico "poderiam requerer um incremento adicional de impulso monetário".
Ao mesmo tempo, o BC reafirmou seu compromisso de conduzir a política monetária "com flexibilidade", a fim de que a inflação fique em 3% no horizonte da política. A inflação anual no país ficou em 2,7% em dezembro e as expectativas estão próximas da meta, segundo a instituição. "Os números de atividade e demanda continuam mostrando um desempenho fraco", afirma o BC. "No mercado de trabalho se intensificou a piora da deterioração do emprego assalariado, embora a taxa de desemprego se mantenha estável."
O BC do Chile disse também que, no plano externo, as condições financeiras globais "continuam favoráveis", com os números apontando maior crescimento e inflação. "Nesse contexto, se fortalecem as expectativas de normalização monetária, especialmente nos EUA", afirmou o BC, que notou também que houve queda nos preços das matérias-primas, especialmente do petróleo. "Com tudo isso, permanecem riscos relevantes", diz o banco central.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia