Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 15 de março de 2017. Atualizado às 19h54.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

bancos

Alterada em 15/03 às 19h54min

Após reunião com Temer, presidente mundial do Citigroup diz que apoia ajuste

Após reunião com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto, o presidente global do Citigroup, Michael Corbat, distribuiu nota à imprensa na qual diz que o Brasil é um mercado "muito relevante" para o banco e que "vamos continuar investindo aqui". "Reiteramos também o nosso suporte para facilitar os investimentos em projetos importantes para o País, assim como nosso apoio ao ajuste fiscal em curso e às medidas estruturais mais complexas, incluindo as reformas da Previdência e trabalhista".
O executivo ressaltou que o banco tem "uma longa história" no Brasil e disse que o Citigroup tem compromisso com "o progresso econômico e social" do País. "Por mais de 100 anos ajudamos empresas locais, instituições, comunidades e indivíduos a atingir seus objetivos".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia