Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 09 de março de 2017. Atualizado às 19h34.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

balanços

Alterada em 09/03 às 19h35min

Multiplan tem lucro líquido de R$ 85,160 milhões no 4º trimestre, queda de 38,2%

A operadora de shopping centers Multiplan apresentou lucro líquido de R$ 85,160 milhões no quarto trimestre de 2016, queda de 38,2% em relação ao mesmo período de 2015, de acordo com balanço publicado nesta quinta-feira (9), pela companhia.
A redução ocorreu principalmente por conta de um aumento de R$ 37,6 milhões de Imposto de Renda e Contribuição Social, conduzido por uma menor distribuição de juros sobre capital próprio na comparação entre os períodos.
Por sua vez, o Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) atingiu R$ 239,777 milhões, um crescimento de 5,5%. A margem Ebitda aumentou 1,2 ponto porcentual, para 77,1%.
Esse indicador de lucro operacional subiu principalmente por conta da expansão do faturamento e de uma reversão na remuneração baseada em opções de ações.
A receita operacional líquida da companhia subiu 3,8%, para R$ 311,067 milhões.
O FFO (lucro líquido mais depreciação e amortização) alcançou R$ 133,208 milhões, baixa de 24,0%.
Resultados anuais
A Multiplan acumulou em 2016 um lucro líquido de R$ 311,941 milhões, queda de 13,9% frente a 2015. A baixa também foi atribuída ao impacto de Imposto de Renda, assim como no último trimestre do ano.
Já o Ebitda totalizou R$ 818,331 milhões em 2016, alta de 3,7%. A margem Ebitda teve leve recuo de 0,3 ponto porcentual, para 72,4%.
A receita operacional líquida da companhia alcançou R$ 1,129 bilhão no ano, aumento de 4,1%.
O FFO chegou a R$ 530,689 milhões, recuo de 8,8%.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia