Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 08 de março de 2017. Atualizado às 18h31.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 08/03 às 18h36min

Bolsas fecham na maioria em queda em Nova Iorque

As bolsas de Nova Iorque recuaram em sua maioria na sessão desta quarta-feira, 8, pressionadas por ações de companhias ligadas ao setor de energia.
O índice Dow Jones fechou em queda de 0,33%, aos 20.855,73 pontos, o S&P 500 recuou 0,23%, aos 2.363,98 pontos. O Nasdaq, porém, destoou dos demais e avançou 0,06%, para 5.837,55 pontos.
Ações de companhias de energia recuaram no pregão de hoje, acompanhando a queda de mais de 5% nos preços do petróleo, que reagiram ao relatório semanal de estoques do Departamento de Energia (DoE) dos Estados Unidos. A Chevron recuou 1,97%, a ExxonMobil perdeu 1,81% e a ConocoPhillips teve baixa de 3,79%.
Entre outra ações em foco, Urban Outfitters caiu 2,6%, após a companhia informar que seu lucro caiu pelo terceiro ano consecutivo. No geral, porém, o balanço das empresas que integram o S&P 500 voltaram a mostrar crescimento, após cinco trimestres consecutivos de contração, segundo a FactSet.
Muitos investidores estão à espera das reuniões de política monetária do Banco Central Europeu (BCE), na quinta-feira, e do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), em 14 e 15 de março. A expectativa é que o Fed eleve os juros neste mês. A política monetária mais relaxada beneficiou os mercados acionários nos últimos anos, mas as ações têm resistido aos sinais de que o Fed pode elevar os juros mais rápido do que até então avaliado.
Hoje, o relatório de geração de vagas no setor privado dos EUA do ADP veio forte, o que reforçou a expectativa de uma alta de juros. Na sexta-feira, 10, será divulgado o relatório mensal de empregos (payroll).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia