Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 02 de março de 2017. Atualizado às 15h50.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Tecnologia

02/03/2017 - 15h49min. Alterada em 02/03 às 15h56min

Snapchat estreia na Bolsa de Nova Iorque em alta: valorização das ações já supera os 50%

Murphy (e) e Spiegel (d) participaram de cerimônia na bolsa, marcando a abertura da capital da Snap

Murphy (e) e Spiegel (d) participaram de cerimônia na bolsa, marcando a abertura da capital da Snap


Drew Angerer/Getty Images/AFP/JC
A Snap Inc, dona do aplicativo Snapchat, fez sua estreia nesta quinta-feira (2) na New York Stock Exchange, a bolsa de valores de Nova Iorque. O co-fundador do app Bobby Murphy e o CEO Evan Spiegel participaram da cerimônia de abertura do pregão, apertando a campainha que marca o início das operações do dia.
A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) previa a vendas das ações a US$ 17. Mas o valor das ações subiram imediatamente após o início do pregão: às 13h26min (no horário local), as ações já registravam uma valorização superior a 50%, a US$ 25.
Com esta valorização expressiva, o valor da companhia saltou para mais de US$ 34 bilhões.
O Snapchat é um aplicativo de mensagens baseado em imagens e vídeos de duração temporária. Criado em 2011, o app atualmente possui uma base de 300 milhões de usuários ativos. Seu sucesso tem feito outros aplicativos imitarem seus recursos, como é o caso do recurso Instagram Stories, do Instagram, e do WhatsApp.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia