Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 13 de agosto de 2018.
Dia do Economista .

Jornal do Comércio

Colunas

COMENTAR | CORRIGIR
Fernando Albrecht

Começo de Conversa

Edição impressa de 10/03/2017. Alterada em 09/03 às 22h30min

Plástica na ponte

pg3 ponte de ferro sobre o rio forqueta em arroio do meio - foto Maica Viviane Gebing

pg3 ponte de ferro sobre o rio forqueta em arroio do meio - foto Maica Viviane Gebing


MAICA VIVIANE GEBING/DIVULGAÇÃO/JC
Com 78 anos mais ou menos bem vividos, a Ponte de Ferro sobre o Rio Forqueta sofreu um face lifting. A prefeitura de Arroio do Meio deu-lhe um banho de luz. Acesso secundário entre a cidade e Lajeado, é uma das tantas obras de arte que foram erguidas às dezenas no século passado, e a maioria segue firme e forte até hoje. Já muitas bem novinhas estão firmes e fortes - como palanque em banhado.

O ralo gigante

A comissão mista encarregada de analisar a MP que autoriza um pente-fino sobre benefícios de invalidez e auxílio-doença do INSS foi instalada nesta quinta-feira no Congresso Nacional. O presidente do colegiado, deputado gaúcho Jones Martins (PMDB), diz que o número de irregulares chega a oito em cada 10. Oito em 10! Desse jeito só pode quebrar mesmo.

Uma no cravo...

...outra na ferradura. Em um gesto de solidariedade, 46 mulheres do MST doaram sangue ao Grupo Hospitalar Conceição. Como uma espécie de contrapartida, picharam prédios da avenida Farrapos, em Porto Alegre.

Situação de quebra

A propósito da nota sobre os veículos da Brigada Militar (em breve também da Polícia Civil) em situação de quebra cujo conserto é bancado por empresários, leitor conta que há anos a Associação Comunitária do Bairro Teresópolis faz o mesmo. A mecânica Pedro Car, do presidente da entidade, Pedro Cláudio Pandolfo, entra com a mão de obra e os demais custos são rateados pelos associados.

Exemplo paranaense II

Carlos Humberto de Souza, presidente do Grupo Risotolândia, explica que para os detentos é uma oportunidade de se capacitar e estar cada vez mais perto da vida em liberdade. "Isso porque além de receberem 75% do salário-mínimo nacional, numa conta com acesso da família, a pena diminui um dia a cada três trabalhados." Até agora, mais de 1,9 mil apenados já trabalharam na empresa em regime CLT.

Exemplo paranaense I

Desde 2008, o Grupo Risotolândia, empresa de refeições coletivas do Paraná, emprega uma mão de obra pouco valorizada no Brasil: a presidiária. O projeto Liberdade Construída, realizado em parceria com a Secretária da Justiça e Departamento Penitenciário Nacional, faz o que sempre se fala e pouco se cumpre, a ressocialização e preparo para o retorno ao mercado de trabalho.

... com suas histórias

Certa vez, Hamid apareceu em roda da Rua da Praia mostrando uma bola vermelha na face. Indagado sobre a causa do inchaço, o libanês apontou o indicador para o rosto e falou - "Bassarinio breto". E em seguida completou o mistério: "Bespa. Fez zzzz em Hamid". É uma outra maneira de contar que foi picado por um passarinho preto (na verdade, uma vespa).

De volta ao passado...

pg3 rua da praia e banca dse revista anos 70 - arquivo pessoal jorge silva

pg3 rua da praia e banca dse revista anos 70 - arquivo pessoal jorge silva


ACERVO JORGE SILVA/DIVULGAÇÃO/JC
É descomunal o contraste entre o mercado persa esculhambado em que se transformou a Rua da Praia de hoje com a dos anos 1970. A foto mostra um trio em bate-papo tão comum nos tempos em que se podia fazer isso sem dar mole aos assaltantes. Chama atenção também o formato da banca de revistas e jornais. Lia-se muito, então. O cidadão à esquerda era um conhecido comerciante libanês chamado Hamid El Iskandar.

Finais

NOVA Petrópolis promove em abril a 28ª Festimalha. Lançamento dia 21/10h30min/Hotel Vila Verde/RS-235 Km 8. Entrada é doar uma malha que já foi moda. BANCO de Alimentos realiza amanhã o Sábado Solidário. Coleta de alimentos nos principais supermercados. GELSON Dalberto, 60 anos, é o novo diretor executivo da CIC Caxias do Sul.

Miúdas

COMO é triste ver idosos assaltados correndo desesperadamente atrás de um PM que nunca acharão.
OS antigos acreditavam que no fim do arco-íris havia um pote de ouro. Na versão 2017 da crendice, há dinheiro da Lei Kandir.
A PARTIR de hoje está oficialmente proibida a circulação de carroças e carrinheiros em Porto Alegre.
PREFEITURA e Assembleia Legislativa iniciaram as conversas para revitalizar a Praça da Matriz. Até que enfim!
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Eudes Jonathas 13/08/2018 16h21min
Esse tipo de ponte entrelaçada são as melhores, mais seguras e duráveis... Se um prefeito ou gestor municipal construiu uma dessas é um dinheiro público muito bem gasto.