Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de abril de 2017. Atualizado às 21h49.

Jornal do Comércio

JC Logística

CORRIGIR

It ulliquis noneturibus,

Notícia da edição impressa de 06/04/2017. Alterada em 05/04 às 21h47min

Justiça do Rio de Janeiro nega recurso do sindicato contra o Uber

Um recurso apresentado pelo Sindicato dos Motoristas de Táxi contra o Uber foi negado, em segunda instância na semana passada pelos desembargadores da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ).
No agravo de instrumento apreciado pelos magistrados, o sindicato dos motoristas pedia a revisão da decisão da 37ª Vara Cível, que havia negado o pedido de antecipação de tutela em Ação Civil Coletiva. Nesta ação, a representação dos motoristas de táxi cariocas alegava que o aplicativo Uber atua de forma ilegal e abusiva, promovendo uma concorrência desleal com os táxis que operam na cidade com autorização do município.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia