Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 28 de fevereiro de 2017. Atualizado às 22h49.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Justiça Eleitoral

Notícia da edição impressa de 01/03/2017. Alterada em 28/02 às 22h04min

Gravataí se prepara para eleição suplementar

Carlos Villela, especial para o JC
Em pleno feriado de Carnaval, o município de Gravataí estava em meio a ações de campanha e carreatas políticas. Isso se deve à eleição suplementar para prefeito, que ocorrerá no dia 12 de março na cidade. 
No pleito de outubro passado, o vencedor foi o ex-prefeito Daniel Bordignon (PDT), que teve a candidatura indeferida em novembro pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para o lugar de Bordignon no novo pleito concorrerá sua esposa, a vereadora eleita Rosane Bordignon (PDT). Ela diz que conta com o apoio da população, que votou no seu marido mesmo com a chapa sub judice, e que ela representa uma possibilidade de dar início ao projeto que a chapa antiga de Bordignon propunha. "Há um sentimento de injustiça na cidade, a voz dos eleitores não foi ouvida", afirma.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia