Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017. Atualizado às 00h04.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Pesquisa

Notícia da edição impressa de 23/02/2017. Alterada em 23/02 às 00h05min

Expectativa de vida de sul-coreanas será de 91 anos

A maioria das pessoas nascidas em países ricos viverá mais até 2030, enquanto as mulheres da Coreia do Sul se destacam e as projeções indicam que a expectativa de vida delas chegará perto de 91 anos. Já os nascidos nos Estados Unidos, por outro lado, terão uma das expectativas de vida mais baixas entre os países desenvolvidos. O estudo foi publicado na terça-feira na revista Lancet.
Cientistas avaliavam que uma expectativa de vida média superior a 90 anos era impossível, mas os avanços médicos, combinados com melhores programas sociais, continuam a romper barreiras, mesmo em muitos países com expectativa de vida já elevada, segundo o principal responsável pela pesquisa, Majid Ezzati, do Imperial College de Londres. "Eu imagino que exista um limite, mas estamos ainda muito longe dele."
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia