Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 26 de fevereiro de 2017. Atualizado às 17h28.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

carnaval

Alterada em 26/02 às 17h30min

No carnaval da crise, noivos a caráter vão à Paulista juntar dinheiro do casório

Quando a marcha nupcial tocar no casamento da assistente comercial Lethicia Cancio, de 28 anos, e do mecânico Leandro Vieira, 30, eles certamente se lembrarão do carnaval de 2017. Juntos há 7 anos e noivos há 2, o casal decidiu vender bebidas na Avenida Paulista neste domingo de folia geral para juntar algum dinheiro para o casamento.
Os noivos estavam a caráter. De grinalda e vestido branco, Lethicia segurava um cartaz com o pedido: 'Se refresque e nos ajude com o nosso casamento'. "A gente viu que casar está um pouco caro. Como ganhar dinheiro só trabalhando tá difícil, a gente resolveu fazer uma coisinha a mais para complementar a renda", conta a noiva. Já está tudo planejado. Já tenho contato de igreja, DJ, fui para feira de noiva".
Se tudo der certo, o casal pretende continuar a venda durante todo o carnaval. A ideia dos noivos é juntar o máximo de dinheiro que conseguirem para a festa e, quem sabe, para a casa própria também! Afinal, não custa sonhar…
"A gente quer casar até o fim do ano e pretendemos morar juntos a partir de janeiro. Para cumprir esse prazo que a gente estipulou, estamos aqui", diz Lethicia. "O sol e os blocos estão ajudando na venda".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia