Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 09 de fevereiro de 2017. Atualizado às 17h08.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

meio ambiente

09/02/2017 - 18h09min. Alterada em 09/02 às 18h09min

Licenciamento ambiental pode ser feito on-line no Rio Grande do Sul

Processos de licenciamento ambiental serão protocolados nos sites da Sema ou Fepam

Processos de licenciamento ambiental serão protocolados nos sites da Sema ou Fepam


Luiz Chaves/Palácio Piratini/JC
O governo do estado lançou nesta quinta-feira (9), no Palácio Piratini, o Sistema Online de Licenciamento Ambiental (SOL), pela Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).
A partir de agora, os processos de licenciamento ambiental serão protocolados nos sites da Sema ou da Fepam, por meio do novo sistema que está sendo implantado, tanto na sede em Porto Alegre como nos balcões ambientais unificados localizados nos municípios de Alegrete, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Santa Cruz, Santa Maria, Santa Rosa e Tramandaí.
O governador José Ivo Sartori destacou a relevância para empreendedores, técnicos e comunidade. "É um passo extremamente importante porque reduz a burocracia, diminui o uso de papel e tinta e, acima de tudo, é mais transparência do processo junto à sociedade", afirmou.
Segundo o diretor Técnico da Fepam, Gabriel Ritter, este é um sistema que estará aberto à sociedade e que foi construído pelo órgão ambiental com a abrangência de todas as demandas que são necessárias. Segundo Ritter, o SOL vai "padronizar os documentos de licenciamento" e trabalha com 684 ramos de atividades, 83 tipos de solicitações, 646 tipos de documentos e 146 formulários.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia