Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017. Atualizado às 23h37.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Copa do Brasil

Alterada em 22/02 às 23h40min

Com 4 de Sobis e estreia de Thiago Neves, Cruzeiro massacra na Copa do Brasil

Na noite da estreia de Thiago Neves pelo Cruzeiro, quem brilhou foi Rafael Sobis. Com quatro gols do atacante no primeiro tempo, o time mineiro massacrou o São Francisco, do Pará, por 6 a 0, em jogo válido pela segunda fase da Copa do Brasil, avançando para a próxima etapa do torneio.
Agora, pela terceira fase da Copa do Brasil, o Cruzeiro terá pela frente o modesto Murici, de Alagoas, que passou nesta quarta-feira pelo América Mineiro, em confronto definido na disputa de pênaltis.
O Cruzeiro definiu a sua classificação ainda no primeiro tempo, quando marcou cinco gols. Sem encontrar resistência do São Francisco, o Cruzeiro atacou em velocidade, encontrou espaços na defesa adversária e exibiu bom entendimento entre as peças do seu ataque. Enquanto Rafael Sobis exibia seu faro de gol, Arrascaeta e Thiago Neves trocavam de posição, confundindo os marcadores adversários.
O primeiro gol da fácil vitória saiu logo aos quatro minutos do primeiro tempo, quando a sobra de bola dividida entre Arrascaeta e Rodrigo Santarém ficou com Rafael Sobis, que penetrou na grande área e finalizou cruzado para marcar.
Com a marcação frouxa do São Francisco, o Cruzeiro só era parado por erros da arbitragem em marcações de impedimento - uma delas, inclusive, provocou a anulação de um gol. Mas logo o time ampliou, aos 17 minutos, quando Diogo Barbosa avançou pela lateral esquerda e cruzou para Robinho, livre, completar para o gol.
O terceiro e o quarto gol cruzeirenses saíram praticamente na sequência. Aos 21 minutos, Arrascaeta acionou Thiago Neves na grande área. Ele finalizou e o goleiro Labilá espalmou. A bola sobrou para Rafael Sobis marcar novamente. Aos 25, Thiago Neves deu lindo passe para Sobis, que, cara a cara com o goleiro adversário, tocou para as redes.
O Cruzeiro até diminuiu o ritmo, mas ainda assim chegou ao quarto gol aos 36 minutos, quando Thiago Neves avançou em contra-ataque e acionou Rafael Sobis, que finalizou cruzado, marcando o seu quarto gol na partida e o quinto do time mineiro
Massacrado na etapa inicial, o São Francisco voltou para a etapa final com duas modificações, mais fechado e precavido, se preocupando em trocar passes para evitar ainda mais gols do Cruzeiro. E a estratégia deu certo, ainda mais que o time mineiro desacelerou, mais preocupado em valorizar a posse da bola e em fazer a bola passar.
Thiago Neves, a principal contratação cruzeirense para 2017, foi substituído aos 20 minutos, sendo ovacionado pela torcida presente em bom número ao Mineirão. O São Francisco ainda reclamou de um pênalti não marcado, após um puxão de Léo na grande área, mas o jogo era mesmo todo do time mineiro, que criava chances quando queria e marcou o seu sexto gol.
Também recém-contratado, o volante Lucas Silva arriscou de fora da área aos 31 minutos e acertou o travessão. No rebote, Arrascaeta cabeceou para as rede, dando números finais ao placar do jogo.
Agora o Cruzeiro volta as suas atenções para o Campeonato Mineiro. Em 2 de março, o time terá pela frente a Caldense, no Mineirão, na partida que vai encerrar a quinta rodada do torneio estadual.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia