Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 08 de fevereiro de 2017. Atualizado às 21h43.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Primeira Liga

Notícia da edição impressa de 09/02/2017. Alterada em 08/02 às 22h36min

Inter sofre, mas bate o Flu em casa

Charles teve boa atuação e marcou seu primeiro gol como profissional

Charles teve boa atuação e marcou seu primeiro gol como profissional


RICARDO DUARTE/INTER/DIVULGAÇÃO/JC
Não foi fácil, mas o Inter venceu a segunda partida na Primeira Liga. Antônio Carlos Zago promoveu mais testes, avaliou peças como Carlinhos, Alemão e, finalmente, começou uma partida com Charles entre os titulares. O jovem volante colorado marcou seu primeiro gol como profissional e garantiu o placar mínimo de 1 a 0 sobre o Fluminense, ontem, no Beira-Rio. O triunfo praticamenrte garantiu a classificação do time para a fase seguinte da competição
O comandante colorado levou a campo um time com três volantes, com Anselmo recuado, dando mais liberdade para Rodrigo Dourado e Charles, o "queridinho" da torcida. A partida começou truncada, com as duas equipes buscando jogadas pelo meio. O Flu não levou perigo ao gol de Danilo Fernandes. Já o Colorado trocava passes e não conseguia transpor a zaga carioca.
Só que aos 24 minutos, Charles tabelou com Dourado e acionou Roberson, que ficou cara a cara com Júlio César. O goleiro saiu bem, mas a bola sobrou, novamente, para Charles chutar e abrir o placar.
Os visitantes começaram a segunda etapa com mais vontade. No entanto, quem quase marcou foi o Inter. Aos dois minutos, D'Ale cruzou da direita, Roberson desviou antes do goleiro, e a bola parou na trave. Aos 24, Carlinhos passou para Andrigo, que girou e bateu forte, forçando Júlio César a realizar grande defesa. Aos 35, Carlinhos cobrou falta com perfeição e a bola explodiu mais uma vez no travessão.
Nitidamente desgastado na parte física, o Colorado começou a ficar menos tempo com a bola e o Flu passou a ameaçar. Aos 40, Marquinho cobrou escanteio, Charles tentou afastar e a bola explodiu na trave. Três minutos depois, Marquinho levantou na área, Danilo afastou mal, e a bola sobrou para Danielzinho, que completou para as redes, mas o juiz anulou o gol. A TV mostrou que o autor do gol estava em posição legal.
O Colorado volta a campo no sábado, pelo Gauchão, quando recebe o Caxias, de novo no estádio Beira-Rio.
Internacional 1 x 0 Fluminense
Danilo Fernandes; Alemão, Paulão, Klaus e Uendel; Rodrigo Dourado, Anselmo (Carlinhos), Charles e D'Alessandro; Valdívia (Andrigo) e Roberson. Técnico: Antônio Carlos Zago.
Júlio César; Renato (Danielzinho), Nogueira, Henrique e Léo; Orejuela e Luiz Fernando; Osavaldo, Marcos Junior (Maranhão) e Lucas Fernandes (Patrick). Técnico: Abel Braga.
Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas (MG)
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia