Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 26 de fevereiro de 2017. Atualizado às 22h11.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Inovação

Notícia da edição impressa de 27/02/2017. Alterada em 26/02 às 21h39min

Garagem da IBM incentiva uso de novas tecnologias

Espaço vai envolver clientes e especialistas no desenvolvimento de novas soluções de negócios

Espaço vai envolver clientes e especialistas no desenvolvimento de novas soluções de negócios


DIVULGAÇÃO/JC
Patricia Knebel
Pensar grande, começar pequeno e crescer rápido é a premissa básica dos projetos que começarão a ser desenvolvidos na Garagem 11.57. O espaço, inaugurado pela IBM Brasil em fevereiro deste ano, vai reunir especialistas da empresa e clientes para acelerar a entrega de projetos inovadores que utilizem o IBM Bluemix, plataforma para aplicativos na nuvem que oferece funções e serviços em nível empresarial e de fácil integração.
A meta é impulsionar a adoção de tecnologias de Internet das Coisas (IoT), Blockchain e Computação Cognitiva no Brasil, as grandes apostas da companhia no momento. O mesmo já acontece em garagens espalhadas pelo mundo, como São Francisco (EUA), Nova Iorque (EUA), Melbourne (Austrália) e Tóquio (Japão). A operação de São Paulo é a primeira na América Latina. "Fizemos a tropicalização desta iniciativa para focar a entrega rápida de inovação", explica o gerente do Client Center da IBM América Latina e responsável pelo espaço da Garagem 11.57, Agostinho Vilella.
Para explicar a lógica deste trabalho, ele faz uma analogia com um cliente que faz um tour por uma vinícola, gosta de vinho e compra algumas garrafas para degustar. Depois, só se confirmar essa intenção, é que ele avança para comprar uma adega inteira.
A IBM Brasil já conta com um número considerável de espaços destinados a ouvir os usuários das suas soluções, fazer demonstrações e provas de conceito. São os Client Centers, localizados em Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Hortolândia (SP). Além disso, dentro da própria divisão de pesquisa, existem diversas iniciativas para a fase de ideação dos projetos.
Na Garagem, o foco maior será a etapa do Primeiro Projeto (prova de conceito de MVP), que antecede a entrada em operação de uma solução. "As empresas não querem mais esperar dois anos até ver se o seu projeto vai ser bem-sucedido. Por isso, fazemos entregas mais granulares, e o cliente participa diariamente de tudo, podendo até desenvolver junto com a gente", relata. As garagens utilizam metodologia específica, que é a versão da IBM dos conceitos que envolvem os métodos ágeis, um conjunto de práticas que auxiliam na organização, construção, implementação e escalabilidade de aplicações na nuvem.
O foco das discussões desse novo espaço não é o que fazer, mas, sim, como fazer. Por isso, o primeiro passo é as corporações interessadas em participar procurarem um vendedor da IBM para avaliar o estágio do projeto. "Se o cliente já passou pela etapa de Design Thinking internamente ou com a gente, ok; senão os nosso profissionais vão ajudá-lo na jornada para pousar bem as ideias e definir o foco", relata.
A Garagem 11.57 não tem como foco ser lucrativa e, sim, dar o start para projetos que possam se tornar grandes com o tempo. Uma das questões que os profissionais avaliam antes de começar é o potencial de crescimento do que será desenvolvido.

HDI inova e leva informações ao smartphone do corretor

A HDI Seguros está reforçando os investimentos em tecnologia, e uma das novidades é o lançamento de um aplicativo que permite ao corretor acessar diversas informações de forma instantânea, como propostas e apólices, comissões, sinistros, cotações e dados de produção da corretora.
O app oferece também um chat que conecta o corretor direto com a equipe operacional da filial que o atende. O HDI Corretor está disponível para download nas plataformas iOS e Android e em todas as regiões do País.
"Tudo está se tornando digital, não só no setor de seguros, mas em outros segmentos de negócio. Acreditamos que essa é uma prática sustentável e que também permite nos aproximarmos mais dos nossos parceiros", afirma o diretor de marketing da HDI, Paulo Moraes.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia