Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017. Atualizado às 00h04.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Mercado de Capitais

Notícia da edição impressa de 23/02/2017. Alterada em 23/02 às 00h04min

Dólar à vista fecha em queda e bolsa cai 0,67%

O dólar, que vinha em queda modesta até o meio da tarde de ontem, embalada pelo andamento da nova repatriação no Congresso e um noticiário interno e externo ameno, fortaleceu o movimento após a ata do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). No documento, apesar de os membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) afirmarem que uma elevação dos juros pode ser apropriada em breve, eles também citaram preocupação com o dólar forte e com as incertezas sobre a política fiscal de Donald Trump.
O dólar à vista no balcão fechou em queda de 0,79%, a
R$ 3,0699. No mercado futuro, o dólar para março fechou em baixa de 1,02%, a R$ 3,0685.
CONTINUE LENDO ESTA NOTÍCIA EM NOSSA EDIÇÃO PARA FOLHEAR
CLIQUE AQUI PARA ACESSAR
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia